segunda-feira, 11 de julho de 2011

DNF na Copa do Mundo de Edmonton...

Mais uma prova que chego todo animado (vide foto :-S), acreditando que nadaria pelo menos junto ao segundo grupo, mas não teve jeito, mandei muito mal e terminei a natação com os últimos, estava exausto, mal podia correr na areia pra buscar a bicicleta...

Não tenho muito o que contar sobre a prova... A não ser que foi dolorido abandonar. É como ter uma responsabilidade social, estou investindo não só minha vida, mas o tempo de muitas pessoas para chegar nesse objetivo olímpico. Sei que fiz o meu melhor, mas errei em algum ponto, então decidi não participar das próximas Copas do Mundo e investir no treinamento.

Não estou nos meus dias mais felizes, mas também não estou perto de desistir!! Falei pra mim mesmo que continuaria competindo até 2012, com ou sem patrocínio e assim continuarei!!

Nem posso reclamar, este ano está sendo muito bom, aqui nos EUA as coisas estão indo super bem! Tive muita sorte de ter encontrado um super time com a Siri Lindley, além de ótimos amigos e parceiros de treinos. E o que falar da minha família americana! A Crista e o Mark me acompanharam até Edmonton e me deram muita força, nos divertimos bastante, apesar do mal resultado...

Então vamo que vamo, treinar muuuuuuitoo!!!

4 comentários:

Fábio disse...

Cavanha

Continue treinando, seja persistente, e tenho certeza que vc alcançará seu objetivo.

Estamos na torcida!!!!

Abs

Fábio

Xampa disse...

Vai Maurinho !!!
Bola pra frente !!!
Vc vai fazer alguma prova de 5150 aí nos States?
ABS !!!

vera lucia disse...

Li assim...
Paciência para as dificuldades.
Tolerância para as diferenças.
Benevolência para os equivocos.
Misericórdia para os erros.
Perdão para as ofensas.
Equilibrio para os desejos. sensatez para as escolhas. Sensibidade para os olhos. Delicadeza para as palavras. Coragem para as Provas. Fé para as CONQUISTAS. Bjoos. Estamos com vc.

Fernando disse...

Man, soca a bota, a torcida é grande. Assisti a uma entrevista do levantador Ricardinho do volei e o Juca Kfouri perguntou pra ele se com 35 anos ele pensava em parar,e quando. Ele respondeu: "toda vez que voce coloca uma data, voce nao para de pensar nela e por isso perde a motivação, então, vou jogar volei até quando aguentar". Jovem, continue pois você está mais perto do que nunca! abraço ae!