quinta-feira, 8 de abril de 2010

24º Colocado na Copa Panamericana do Peru...

Prova do Peru!!!

Estava confiante, me sentia bem, e tudo estava pronto!!
Vesti a roupa de borracha para aquecer, e o Marcos Hallack, na hora que fechou minha roupa de borracha, me alertou: "o ziper não tá prendendo direito..."
Não me preocupei, pois depois das primeiras braçadas do aquecimento, a roupa veste melhor e então eu ajustaria o ziper... Mas não dei a devida atenção a este detalhe.

Terminei o aquecimento e fui para o posicionamento, onde são chamados os atletas um a um, para escolher o lurgar da partida.
A organização pecou feio e a largada foi dada quando a maioria dos atletas já estava na água.

Começei bem, estava entre os líderes, mas logo fui ficando, ficando, ficando...
NÃO ERA POSSÍVEL eu me sentia tão bem!! Logo culpei a roupa de borracha, pois já está mesmo na hora de trocar, e investir num equipamento melhor.
Comecei a perceber a água gelada nas costas, e senti que minha roupa estava cheia d'água...
Fiquei na dúvida se valia a pena parar, para ver o que acontecia, ou continuava daquela maneira.

Optei pela segunda opção, pois pensei: "Mesmo nadando mal, com alguma adversidade, eu tenho que sair com o 2ºgrupo", nessas horas eu já estava no final do pelotão. Via os atletas me passando um a um, e mesmo nadando forte, não conseguia ficar no pé de ninguem...
Deu Zebra na prova do Peru!!!
Tinha que averiguar!!
Parei...
Procurei a cordinha e zuuupp!! O ziper subiu...
Na hora não sabia se ria ou chorava. Havia descoberto porque estava tão mal, mas já era tarde...

Objetivo passou a ser uma prova contra-o-relógio, pois se eu quisesse pontuar no ranking internacional, não poderia chegar mais de 5 minutos do primeiro colocado.

Fiz força pra Burro!!
E assim foi, fiz a segunda volta da natação, queimando os braços!! Recuperei 2 posições...
O ciclismo puxei praticamente sozinho, levei um americano, e outros 4 sobraram de roda, a magrela foi assoviando!! O Pelotão principal (com uns 20 atletas) abriu apenas 1 minuto, oque é pouco quando o vácuo é liberado.
Na corrida, igual uma Gazela!! Recuperei outras 3 ou 4 posições e no final, ainda "sprintei" com outros dois brasileiros (o Buck e o Hallack!!) corri pra 33'35" e acabei em 24º...

Ano passado, na mesma prova eu acabei em 23º, e dei "graças a Deus" por ter ganho uma posição no sprint!! Dessa vez não deu!! aehaehahehe

Cheguei, a exatos 5 minutos do primeiro, mas infelizmente não pontuei, pois apenas os 20 primeiros ganham pontos.

Estava contente com o resultado, e até fiquei me perguntando o porque, já que cheguei lá atras...
Por um momento estava num conflito, pois como podia estar feliz, com uma má colocação.

Quando cheguei em Curitiba eu li no blog do Ciro, o texto "Eu Contra Eu Mesmo", e tudo me esclareceu...
Estava feliz, pois apesar de terem 25 motivos para abandonar a prova, eu terminei, e terminei muito bem!!

No triathlon nem sempre o favorito é o vencedor, mas vencer sobre si mesmo é vitória certa!!!

Nem vou colocar uma foto do animal que representa o 24!!
Mas como vocês podem perceber a prova foi ANIMAL!!! kkkk

3 comentários:

Xampa disse...

Ótimo texto. Engraçado e elucidativo.
Perfeito.
O texto do Ciro foi show.
Parabens por não desistir.

Ciro disse...

Parabéns por ter ido até o fim mesmo com problemas.
O nível devia esta muito forte mesmo!
Parabéns!

Joka disse...

Salve Cavanha, parabéns guerreiro!!! Vc venceu Vc, show...