sexta-feira, 13 de maio de 2011

Prova terminada no México!!

Apesar de uma semana estressante com a Confederação, e apenas com a confederação... 
Talvez me expressei mal, e muitos ficaram em dúvida, mas quando disse que preferia acreditar que a história da lesão do Igor Amorelli fosse mentira, não quis em momento algum dizer que era uma mentira do atleta, mas sim uma desculpa da CBTri, depois em contato com o próprio Igor fiquei sabendo que a lesão é de verdade e pior, que é séria. Deixo aqui meus votos para que recupere logo e volte aos treinos e corridas!

À CBTri, continuarei recomendando que estabeleça critérios claros... 

Bom, voltando a prova mexicana!! Não chegou perto de ser uma boa prova, mas fiz o melhor que pude naquele dia!
Demorei pra escrever, porque além de desmotivado com o mal resultado, ainda estou tendo bastante dificuldade aqui em Los Angeles procurando um lugar para alugar, os preços são muito caros, passei 3 dias sem conseguir treinar, num hotelzinho muito do ruim...
Mas Vamo aeee!!!
Pior que estava me sentindo bem pra competir!! Fiz uma semana redondinha de treinos antes da prova, e no aquecimento me sentia preparado...
Fiz uma boa largada, e depois de uns 800m de natação, novamente sentia que faltava força, tá difícil de acertar essa natação!! O lado menos ruim, é que a cada prova estou saindo mais perto dos líderes... 

Apesar de apenas 3 semanas depois das provas da Austrália e Japão, achei que conseguiria melhorar o condicionamento, já sei que o que falta é resistência anaeróbica, mas uma boa adaptação a este estímulo deve levar aprox. 16 semanas...
Bom, saíu atrás tem que pedalar!! Então me matei na bike!!! Chegamos no pelotão faltando 3 das 8 voltas. Não deu tempo de descançar, o pelotão tava muito forte, e várias quedas e arrancadas quebravam o ritmo...
Fiz o 6º melhor pedal da prova, e acho que paguei o preço na corrida! Não tinha como correr, desde a primeira volta estava com todo o corpo travado e ainda com dores no baço, achei que aguentando a primeira volta, podia ir melhorando, mas fui no sacrifício até o final...
Feliz por ver a linha de chegada, mas depois bateu um pouco daquele "blues" por ter ido mal em mais uma prova...

Agora sigo treinando um tempo aqui em Los Angeles, planejando as próximas provas, que talvez sejam duas Copas Panamericanas na Colômbia.

Agradecimento ao fotógrafo e jornalista da LAVA Magazine, Jay Prasuhn, que forneceu as belas imagens aqui postadas! E me deu uma baita ajuda lá na prova!!

4 comentários:

vera lucia disse...

Faça de cada dificuldade por que passar um degrau a mais para a sua perfeição. A sua vida vale pelos esforços que vc faz no sentido de dignificá-la, honrando ao pai dos Céus que pensou em vc para nascer e viver. Valorize-se sempre com o seu trabalho, dia a dia, minuto a minuto. Descubra-se na sua potencialidade de vencer os obstáculos que surgem em seu caminho. Eles são os degraus da sua subida. Deus te Abençoe! Bjoo

Fábio Wehmuth disse...

Mauro:

Não desanime, continue treinando, persevere...

Não demora o resultado aparecerá...

Estamos na torcida!

Bons Treinos!

Fábio
http://42afrente.blogspot.com/

Helcio Kricky disse...

Cada prova está melhor, perseverança Maurinho...estou na torcida!

Joka disse...

Parabéns Cavanha, as dificuldades fazem parte do nosso dia a dia... Vc é guerreiro man !!!!!!!!