segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

DNF no Dash 113 em Floripa...

Homem de Ferro... só que não! haha

Esse foi o quinto final de semana seguido competindo, foram dois olímpicos, um sprint, um biathlon, esse meio-ironman, e ainda por vir mais um olímpico, pra fechar 6 provas em 7 finais de semana!

Assim, como reiterou minha treinadora Siri, sabia que não podia criar expectativas. Com tantas provas sucessivas, os treinos ficam prejudicados principalmente nas provas de longa distância, que requerem um maior volume de preparação.

Até já havia riscado a prova do meu calendário, apesar de ser uma oportunidade com boa premiação até o 8°colocado, além de a prova prometer um show na organização (como assim foi!).
Mas já havia vendido minha bike contra-relógio, não tinha mais planos de competir outra prova de longa distância tão cedo...

Que bom ter amigos, estava feliz só de estar participando da prova por força dos amigos!! Aquele negócio que o escritor Paulo Coelho diz que quando acreditamos e buscamos um sonho "o mundo conspira a seu favor", é pura verdade!!

E à duas semanas, num treino de piscina, tentava explicar porque eu não participaria:

Não tenho bike contra-relógio, "te empresto a minha", disse o Denis;

Não tenho hotel nem nada planejado. "vamos com nós", disse o Lima, "tem lugar lá na casa", disse o Deco;

Nem precisei pensar nas rodas e o Caratuva "arranjo um par pra vc", e no outro dia, "Só pegar lá em floripa", disse o Ruon.

Mas nem vou estar bem preparado, "fod@-$&, vamos lá pra curtir!" , disseram vários!!! :)

Hahaha não tinha como não ir... 

Fiz uma natação razoável, não saí com os primeiros, mas me sentia bem.
Nos primeiros quilômetros da bike quando fiz força pra colocar um bom ritmo, senti uma fisgada na posterior da coxa. Segurei o ritmo, na tentativa de recuperar mais na frente, mas as pontadas não me deixaram...
Um pouco antes dos 40km do pedal, achei que não valia a pena terminar a competição... Seria difícil fazer um top 8, e terminar a prova não era tão importante quanto evitar uma possível lesão.

Não foi das melhores experiências ter que abandonar. Quase continuei na bike com tanta torcida gritando meu nome. (Valeu pessoal!!) Mas pesei o lado profissional de uma nova temporada por vir.

Bom, jogo é jogo e temos que saber perder. O dia não foi como queria, mas parar, também estava dentro das possibilidades. Me sinto bem por ter arriscado, e melhor ainda de ter reparado o quão rico sou com meus amigos, na verdade é injustiça dizer que só percebi isso agora, pois com certeza já teria parado de treinar a muito tempo, se não fossem tantos amigos de competições, treinos, viagens e até daqui da blogosfera!!

Inclusive só constando que sempre tem aqueles amigos da onça tbm... rsrs
Hoje estou aqui terminando este post com tempo de sobra sem poder treinar pois um "amigo" me levou na clinica odontológica dele e me arrancaram 4 dentes!! haha Se não fosse o Alan, acho que não teria marcado nunca essa cirurgia, cheguei lá borrando as calças, mas foi tudo bem mais tranquilo do que imaginava, e já não tenho mais que me preocupar com os dentes do juízo!! (Obrigado Alan!!)

Vambora!! Essa recuperação tem que ser a jato, pois semana que vem tem mais...
Triathlon Olímpico de Caiobá!!

3 comentários:

Andre Cruz disse...

que pena, mas vc foi para curtir, então tá show.

Long Distance na Bagagem disse...

Mauro, eu não fiz a prova por causa de uma lesão que não dei bola no começo e piorou depois.
Eu estava parado vendo a prova bem onde vc parou e desistiu, e ouvi muita gente perguntar pq vc parou. Vc teve seus motivos e isso é muito mais importante pra não se lesionar mais pra frente assim como aconteceu comigo.
Melhoras ai pra ti, o importante é que tu veio curtir a ilha e se divertir. O resultado é o que menos importa...

Mauro Cavanha disse...

Competir não deixa de ser um jogo!
Nem sempre vamos ganhar ou perder!! Mas sempre devemos curtir!!
Obrigado pelos comentários Xampa e Fábio!